fbpx
Paisagismo

A Arquitetura Paisagista nos Hospitais e Centros de Saúde

29 Março, 2019

Neste artigo abordamos as componentes particulares do paisagismo em projetos de hospitais, de centros de saúde e de infra-estruturas de saúde no geral. Continue a ler para descobrir como o paisagismo faz a diferença na saúde de todos os envolvidos neste tipo de espaços.

Jardins Terapêuticos

Jardins terapêuticos ou jardins de cura são projetos paisagistas desenhados especificamente para responder a necessidades físicas, psíquicas, sociais e espirituais de doentes, dos seus cuidadores ou acompanhantes e de profissionais de saúde.

Estes jardins podem ter muitas formas porque se adaptam a cada tipo de ambiente. Um jardim terapêutico num hospital pediátrico terá valências diferentes das de um jardim num centro de medicina de reabilitação, por exemplo.

Hospital_da_Luz

Benefícios do Paisagismo pensado para a Saúde

Sabia que está provado que os pacientes em hospitais e em centros de saúde têm melhorias significativas quando expostos a ambientes de natureza? O tempo de recuperação e a necessidade de analgésicos são menores. Os níveis de ansiedade baixam e, por isso, verificam-se melhorias no sistema imunitário.

Podemos dizer, então, que o paisagismo influencia positivamente hospitais, centros de saúde, entre outras infra-estruturas com funções semelhantes.

Já foi abordada noutro artigo a influência inegável da arquitetura paisagista no estado de espírito de trabalhadores – o mesmo se aplica neste contexto. Particularmente quando pensamos no aspeto frio e clínico dos hospitais e em como isso pode afetar a motivação e o estado de espírito de profissionais de saúde.

O trabalho da arquitetura paisagista passa sobretudo por se adaptar da melhor forma aos espaços existentes – mas existe uma maior liberdade conceptual quando são projetos criados de novo.

Os espaços para o trabalho de um arquiteto paisagista podem ser reduzidos, mas sabe-se que até quadros naturalistas e pequenos canteiros nos quartos já produzem melhorias na recuperação de pacientes.

Arquitetura Paisagista em Hospitais:Centros de Saúde

Tipos de pacientes e os seus desafios para o Paisagismo

É preciso ter em conta as particularidades de cada tipo de paciente.

Crianças que estejam em cuidados continuados preferem um ambiente mais estimulante, mais sensorial. Pacientes mais velhos podem dar valor a espaços mais contemplativos.

A necessidade dos pacientes sobrepõe-se a tudo, pelo que os acessos devem ser facilitados, deve haver zonas de sol e de sombra, com apoios, bancos e caminhos adaptados.

Além disso, elementos variados são positivos e estimulantes, desde que equilibrados. As cores, as texturas ou a presença de elementos de água devem parecer o mais naturais possível. É preciso ter também atenção a cheiros fortes, ao pólen e outros elementos potencialmente alergénicos.

E, à semelhança do que hoje se faz com jardins em aeroportos, para alguns pacientes participar na construção e manutenção do jardim é recomendado. A horticultura é tanto uma forma de lazer como de terapia ocupacional.

Um facto incontornável é que os projetos paisagistas adaptados às necessidades da saúde se tratam de uma mais-valia com efeitos físicos, psicológicos, sociais e outros.

Quer implementar o seu projeto com qualidade? A Jardins do Paço tem o conhecimento e as ferramentas. Contacte-nos e, juntos, podemos fazer a diferença!

 

Jardins do Paço

Comentários

Leave A Reply