fbpx
Paisagismo

Arborização Urbana

30 Abril, 2019

O termo Arborização Urbana é um conceito cada vez mais falado por causa dos problemas ambientais. Sabia que existe um planeamento prévio e que as árvores não são plantadas aleatoriamente? Descubra mais sobre este tema no novo artigo.

Definição de Arborização Urbana

A arborização urbana define-se de forma simples: é a plantação de árvores numa cidade ou meio urbano semelhante. Os seus benefícios são inúmeros, mas nem sempre a arborização é bem vista. No entanto, podemos afirmar que a arborização urbana é determinante para a qualidade de vida de uma cidade.

Arborização Urbana

Como é vista a Arborização Urbana

Nem sempre o facto de haver árvores num ambiente urbano é bem-vindo pela população. Árvores de folha perene e animais que pousam nos ramos sujam as ruas e os carros; as suas raízes estragam os passeios, tiram as vistas ou a luz… Estas queixas devem-se sobretudo a problemas no planeamento e conceção ou na sua posterior manutenção.

É talvez por isso que num projeto com este impacto seja particularmente relevante o acompanhamento contínuo de todas a fases do processo.

Vantagens da Arborização Urbana

Já explorámos as vantagens psicossociais que um ambiente mais verde tem nas pessoas: no interior de edifícios, nas fachadas, em aeroportos, no trabalho ou mesmo em hospitais. Árvores em ambiente urbano produzem os mesmos efeitos de bem-estar.

Além disso, a sua sombra ajuda a manter mais baixa a temperatura normalmente alta de uma cidade alcatroada. Esta é uma clara vantagem, já que é relativamente simples de conseguir, seja com árvores de ambos os lados das vias de circulação ou apenas no meio das vias.

As vantagens ambientais traduzem-se, então, em termos de temperatura, da melhoria da qualidade do ar, abrandamento da velocidade do vento e redução da propagação do som. A manutenção de árvores também ajuda a trazer para a cidade uma maior biodiversidade e estética, valorizando as zonas onde se localizam.

arborização urbana

Aspetos a ter em conta num projeto de Arborização Urbana

Para o ambiente urbano estar em harmonia com a Arborização, é preciso que os agentes decisores – nas cidades, geralmente a administração pública – tenham em conta dois fatores: os princípios da arborização urbana e as necessidades próprias do espaço.

Pode haver uma enorme vontade de transformar uma área numa “zona verde”, mas é preciso ter em conta as infraestruturas e serviços que já lá estão. O Paisagismo, no qual se inclui a arborização urbana, adapta-se a outras necessidades, acrescenta algo de diferente e contribui para uma melhoria do espaço. Se não cumprir estes requisitos, causa desconforto e uma visão negativa como a que já se referiu acima.

arborização urbana

É, portanto, muitíssimo relevante não só a escolha do tipo de árvore como o planeamento a médio e longo prazo da manutenção de copas, ramos, raízes, entre outros.

Nem sempre uma maior quantidade de árvores equivale a uma melhoria da qualidade de vida na cidade. É preciso ter em conta, mais uma vez, a manutenção necessária, e um enquadramento adequado com a restante arquitetura e planeamento da cidade.

Se tem a seu cargo um projeto de arborização urbana, neste artigo esclarecemos algumas perspetivas relativas às problemáticas mais comuns. Contacte-nos para que tenha um parceiro de qualidade em todas as etapas.

Jardins do Paço

Comentários

Leave A Reply